Como Funciona a Transmissão de dados por GPRS?

Pense num motor turbo para seu carro preferido. Pois é isso que o GPRS (General Packet Radio Service) faz: dá uma turbinada, ou seja, aumenta a velocidade na transmissão e recepção de dados em seu celular GSM.

Como ele faz isso? Graças a transmissão de dados por pacote. A grande diferença de outros protocolos é que, neste caso, a conexão entre o usuário e a rede está sempre ativa, e um ou mais usuários usam as conexões quando e se precisarem enviar e receber seus dados.

É mais ou menos como num quebra-cabeças: imagine que sua voz, ou dados que queira transmitir seja o quebra-cabeça montado. Ao sair da fábrica, a imagem é dividida em pequenas peças pelo fabricante e colocada em um saco plástico. Durante o transporte do quebra-cabeças entre a fábrica e o comprador, as peças são misturadas. Quando o comprador do jogo retira as peças da embalagem, ele as remonta, formando a imagem original. Esse processo de remontagem torna a troca de informações mais rápidas.

Por trabalhar o envio e recebimento de dados de forma compartilhada, a tecnologia GPRS permite que as operadoras ofereçam serviços de internet móvel de forma bem mais barata, pois usuários passam a pagar pela quantidade de pacotes de dados transmitidos e não pelo tempo de conexão à rede. Se na tecnologia anterior (chamada de comutação por circuito), a taxa de transferência tinha em média 12Kbps (12 kibytes por segundo), no GPRS esses valores chegam a 170Kbps, com média de 40kpbs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *